Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Quase metade dos deslocados no Iêmen são crianças, alerta Unicef

Criança recebe tratamento para desnutrição do hospital de Sabeen, em Sanaa, capital do Iêmen, 12 de outubro de 2021 [Mohammed Hamoud/Agência Anadolu]

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) reportou neste domingo (14) que o número de deslocados internos no Iêmen – assolado pela guerra há sete anos – chegou a 4.3 milhões de pessoas, dos quais dois milhões são crianças.

“O conflito é a principal força motriz por trás do deslocamento no Iêmen”, advertiu a Unicef em sua página do Twitter.

Segundo relatório, crianças representam ainda 28% dos casos suspeitos de cólera e diarreia aguda no país. Além disso, dois milhões de crianças iemenitas precisam de tratamento para desnutrição grave – destes pacientes, ao menos 360 mil enfrentam risco de morte.

A Organização das Nações Unidas (ONU) alerta frequentemente para a degradação das condições no Iêmen. No ano passado, as agências humanitárias do fórum internacional reportaram que o país vive à margem da “pior crise humanitária do mundo”.

LEIA: Mina terrestre mata duas crianças no centro do Iêmen

Categorias
Comunicados de ImprensaIêmenNotíciaOriente MédioUNICEF
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments