Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Jordânia adverte Israel sobre provocar muçulmanos ao invadir a Mesquita de Al-Aqsa

Forças israelenses atacam com bomba e balas de borracha após uma oração matinal em Masjid al-Aqsa em Jerusalém Oriental, em 22 de abril de 2022 [Mostafa Alkharouf/Agência Anadolu]

A Jordânia alertou Israel sobre as ameaças contínuas contra a Mesquita Al-Aqsa de colonos judeus extremistas, informou o Jordan Times.

O ministro de Awqaf, Assuntos Islâmicos e Lugares Sagrados, Mohamed Al-Khalayleh, disse que permitir que colonos extremistas invadam o complexo da mesquita “provoca” muçulmanos em todo o mundo.

“As forças de ocupação devem parar tais práticas que só provocam uma maior escalada e arrastam a região para guerras e conflitos com consequências sinistras”, acrescentou. “A Mesquita de Al Aqsa é um direito exclusivo dos muçulmanos, compartilhado com mais ninguém.”

O ministro jordaniano reiterou que o Reino Hachemita é o guardião da Mesquita de Al-Aqsa e de todas as doações religiosas islâmicas na Jerusalém ocupada.

LEIA: Egito e Israel estão em desacordo sobre situação na Mesquita de Al-Aqsa

Categorias
IsraelJordâniaNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments