Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Iniciativa Egito-Europa de contraterrorismo é ‘afronta aos direitos humanos’, alerta HRW

Policiais egípcios nas ruas do Sinai do Norte, 26 de julho de 2018 [KHALED DESOUKI/AFP/Getty Images]

A organização internacional Human Rights Watch (HRW) condenou nesta terça-feira (25) uma iniciativa conjunta da União Europeia e Egito para liderar o Fórum Global de Contraterrorismo.

O HRW advertiu que a cooperação “vai além da mera hipocrisia de costume e dos acordos de bastidores”, ao descrevê-la como “afronta pública aos cidadãos egípcios que pagaram um alto preço para assegurar direitos humanos básicos e um futuro democrático a seu país, rotulados pelo estado como terroristas por ousar fazê-lo”.

“Ao invés de vergonhosamente considerar uma parceria com o Egito, ao ignorar seu histórico terrível de direitos, a União Europeia deveria assumir ações concretas para tratar da questão, como já instaram o HRW e outras ongs, além do Parlamento Europeu”, reafirmou a entidade.

Em seguida, exortou o bloco europeu a “reconsiderar a medida”.

LEIA: As ditaduras na região árabe

O HRW reiterou ainda que o Egito tornou-se um “buraco negro de direitos humanos” desde a ascensão ao poder do presidente e general Abdel Fattah el-Sisi, em 2013, via golpe de estado.

“Forças de segurança reprimiram severamente a sociedade civil e cometeram abusos hediondos contra ativistas, jornalistas, advogados, manifestantes, políticos de oposição, empresários e familiares de ativistas”, reafirmou a organização humanitária em sua denúncia.

O HRW acrescentou que a campanha militar do governo egípcio na região do norte da Península do Sinai é “repleta de violações sob o pretexto de contraterrorismo, algumas tão graves, sistêmicas e generalizadas que podem equivaler a crimes de guerra e lesa-humanidade”.

“A própria União Europeia consistentemente manifestou receios, embora de maneira tímida, sobre as violações de direitos humanos perpetradas no Egito, em comentários proferidos na Organização das Nações Unidas”, concluiu o HRW.

Categorias
ÁfricaEgitoEuropa & RússiaHRWNotíciaOrganizações InternacionaisReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments