Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Restaurar relações com a Espanha demanda ‘clareza’, afirma Marrocos

Rei Felipe VI da Espanha (à esquerda) e Rei Mohammed VI do Marrocos participam da assinatura de acordos bilaterais no Palácio Real de Agdal, em Rabat, 13 de fevereiro de 2019 [Carlos Alvarez/Getty Images]

Restaurar relações com a Espanha demanda “enorme clareza”, declarou nesta quinta-feira (20) Mustapha Baitas, porta-voz do governo marroquino, após uma reunião de gabinete.

“Em agosto último, o Rei Mohammed VI mencionou  a importância das relações estratégicas entre Rabat e Madrid … Dois anos atrás, o rei também definiu os critérios para nossa política externa, com base em dois princípios: ambição e clareza”, destacou Baitas.

LEIA: Para onde vão os países do Magreb?

“Vontade existe e a Espanha já a manifestou; para alimentar essa ambição, no entanto, precisamos ainda de uma enorme clareza”, acrescentou.

Dias atrás, o Rei Felipe VI da Espanha reiterou a importância de redefinir o relacionamento entre seu país e sua antiga colônia, com base em pilares mais sólidos.

Em maio, o Marrocos reconvocou Karima Benyaich, embaixadora em Madrid, para consultá-la sobre a presença de Brahim Ghali, líder da Frente Polisário, em um hospital espanhol. O grupo separatista disputa o Saara Ocidental com a coroa marroquina.

A crise diplomática deteriorou-se quando cerca de seis mil refugiados aportaram em Ceuta, território espanhol no Norte da África. Na ocasião, Madrid afirmou que os imigrantes foram encaminhados à região por ordens de Rabat.

Categorias
ÁfricaEspanhaEuropa & RússiaMarrocosNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments