Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Maior acampamento de refugiados sírios sem mortes maternas após 14 mil partos

Unfpa administra operações dentro das instalações de saúde no maior acampamento acolhendo cidadãos da Síria [ONU Mulheres/Lauren Rooney ]

Mais de 14 mil bebês nasceram sem nenhuma morte materna no campo de refugiados sírios em Zaatari, na Jordânia.

O Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa, lidera as operações dentro das instalações de saúde no maior acampamento acolhendo cidadãos da Síria em parceria com a ONG Jordan Health Aid Society International.

Pandemia  

A agência da ONU celebra esta marca lamentando as adversidades nas últimas semanas devido ao clima frio. Os profissionais de saúde também continuam enfrentando a pandemia da Covid-19.

ONU NewsMilhares de refugiados fugiram para a Jordânia e vivem no maior campo mundial acolhendo cidadãos da Síria

No ano passado, a atuação do Unfpa teve o maior apoio financeiro vindo dos Estados Unidos e das Operações Europeias de Proteção Civil e Ajuda Humanitária.

Sobreviventes

O local atende mulheres sírias com serviços de saúde, com foco em oferecer partos com segurança, encaminhamento para atendimento psicossocial e gestão de casos de sobreviventes de violência. No mesmo edifício funciona um espaço seguro para mulheres e meninas.

Com o início do conflito sírio, em 2011, milhares de refugiados fugiram para a Jordânia. No ano seguinte, o país anfitrião inaugurou o acampamento de Zaatari, agora conhecido por acolher o maior número de cidadãos da Síria no mundo.

Agências das Nações Unidas apoiam o empoderamento dos moradores locais com atividades de educação e promoção de meios de subsistência.

Publicado originalmente em Onu News

Categorias
JordâniaNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments