Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã enriquece urânio a 20% de pureza, alerta agência das Nações Unidas

Rafael Grossi, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) durante coletiva de imprensa após a conferência de estados-membros na sede da entidade em Viena, Áustria, 24 de novembro de 2021 [Askin Kıyagan/Agência Anadolu]
Rafael Grossi, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) durante coletiva de imprensa após a conferência de estados-membros na sede da entidade em Viena, Áustria, 24 de novembro de 2021 [Askin Kıyagan/Agência Anadolu]

O Irã começou a enriquecer urânio a até 20% de pureza, na usina subterrânea de Fordow, alertou a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) nesta quarta-feira (1°).

O equipamento adotado é muito mais eficiente que a primeira geração da tecnologia, reiterou a entidade de monitoramento de atividades nucleares das Nações Unidas.

Segundo as informações, Teerã possui 94 máquinas IR-6 ainda inoperantes, na usina de Fordow. Em novembro, a AIEA confirmou o uso de 166 centrífugas avançadas IR-6 na mesma instalação; contudo, sem manter reservas do produto enriquecido.

Os representantes iranianos na ONU, todavia, minimizaram as descobertas da organização sediada em Viena: “O recente relatório da AIEA sobre as atividades nucleares é uma atualização rotineira conforme verificação regular em nosso país”.

As recentes denúncias da agência internacional, não obstante, coincidiram com a retomada das negociações para restaurar o acordo nuclear iraniano assinado em 2015, entre a república islâmica e potências globais.

LEIA: Irã pede fim das sanções, dias antes de retomar negociação nuclear

Categorias
AIEAIrãNotíciaOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments