Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

França destrói campo de refugiados improvisado na região do Canal da Mancha

Tendas improvisadas no campo de refugiados de New Jungle, em Dunkirk, França, 25 de novembro de 2021 [Kiran Ridley/Getty Images]

A polícia começou nesta terça-feira (30) a desmantelar um campo de refugiados improvisado perto do porto de Dunkirk, no norte da França, onde diversas famílias foram aglomeradas na esperança de escapar da guerra, perseguição e pobreza e chegar ao Reino Unido.

As informações são da agência de notícias Reuters.

Agentes armados invadiram o campo, localizado às margens de uma ferrovia desativada.

Em seguida, operários equipados começaram a derrubar tendas e abrigos de plástico.

A polícia costuma disparar gás lacrimogêneo nos campos de refugiados. Despejos na região de Grande-Synthe ocorrem quase semanalmente, reportou um voluntário.

Vinte e sete refugiados se afogaram no Canal da Mancha, na última semana, ao tentar atravessar da França ao Reino Unido, em um bote improvisado que naufragou no mar aberto.

Os refugiados costumam ser transportados a centros de recepção espalhados pelo país, onde são encorajados a requerer asilo. No entanto, muitos rapidamente tentam retomar seu caminho, através da perigosa rota do Canal da Mancha.

Hussein Hamid, curdo-iraniano de 25 anos, afirmou que é a segunda vez que sofre despejo. Na primeira ocasião, foi forçado a viajar de ônibus a Lyon — 760 km ao sul.

LEIA: Mais de mil migrantes são resgatados em três dias no Canal da Mancha

Categorias
Europa & RússiaFrançaIraqueNotíciaOriente MédioReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments