Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

União Europeia estende sanções contra a Síria por mais um ano

O alto representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, faz um discurso na Assembleia Geral do Parlamento Europeu, em 5 de outubro de 2021 em Bruxelas, Bélgica [Dursun Aydemir/Agência Anadolu]
O alto representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, faz um discurso na Assembleia Geral do Parlamento Europeu, em 5 de outubro de 2021 em Bruxelas, Bélgica [Dursun Aydemir/Agência Anadolu]

A União Europeia estendeu ontem as sanções impostas ao regime sírio por mais um ano por causa do uso de armas químicas contra civis.

Em um comunicado oficial, o Conselho Europeu disse que as sanções seriam colocadas “até 22 de outubro de 2022”, acrescentando que também foram impostas a “dois centros de pesquisa sírios e um instituto russo de pesquisa química”.

As sanções da UE, que foram impostas pela primeira vez em 2018, foram também impostas a funcionários e órgãos governamentais alegadamente envolvidos no desenvolvimento de armas químicas pelo regime sírio e na sua utilização contra civis.

Todos os funcionários incluídos na lista de sanções da UE estão proibidos de viajar e seus bens dentro da zona da UE foram congelados desde então.

A lista foi estendida no ano passado para incluir sete novos ministros sírios, elevando o número de funcionários sancionados para 280 pessoas, além de 70 instituições e empresas sírias.

LEIA: Refugiados sírios fogem da Dinamarca para a Holanda e a Bélgica

 

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioRússiaSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments