Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã exorta Iraque a expulsar ‘terroristas’ de oposição da região do Curdistão

General Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, em Teerã, 17 de dezembro de 2014 [Kaveh Kazemi/Getty Images]
General Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, em Teerã, 17 de dezembro de 2014 [Kaveh Kazemi/Getty Images]

O Iraque deve desarmar “terroristas” curdo-iranianos e expulsá-los da região do Curdistão, advertiu ontem (12) Ali Shamkhani, assessor do Supremo Líder do Irã Ali Khamenei e secretário do Conselho de Segurança Nacional.

“Os movimentos gradativos de grupos terroristas no Curdistão iraquiano representam uma ameaça à segurança de nossa fronteira”, declarou o general iraniano, durante encontro com o Primeiro-Ministro do Iraque Mustafa al-Kadhimi, em Teerã.

Shamkhani reiterou ao premiê iraquiano que as medidas tomadas sob o que descreveu como “nova doutrina de Segurança Nacional dos Estados Unidos na região” não contribuirão à segurança e estabilidade, mas sim agravarão a crise regional.

Segundo relatos de inteligência, grupos de oposição curdo-iranianos demonstraram atividade recente nas áreas montanhosas de fronteira com a Turquia, a noroeste do território iraniano, além da região autônoma do Curdistão no norte do Iraque.

Na quinta-feira (9), a Guarda Revolucionária do Irã afirmou ter disparado artilharia contra supostas bases do Partido para Vida Livre do Curdistão (PJAK) — um dos mais proeminentes grupos de oposição nacional ao regime dos aiatolás em Teerã.

ASSISTA: Iraque aprova projeto de lei de alistamento

Categorias
CurdistãoIrãIraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments