Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

US$485 milhões são necessários para recuperação urgente de Gaza

Crianças palestinas em meio aos escombros de um edifício danificado por ataques israelenses em Beit Lahia, na Faixa de Gaza, 7 de junho de 2021 [Ashraf Amra/Agência Anadolu]
Crianças palestinas em meio aos escombros de um edifício danificado por ataques israelenses em Beit Lahia, na Faixa de Gaza, 7 de junho de 2021 [Ashraf Amra/Agência Anadolu]

Cerca de US$485 milhões são necessários para a recuperação imediata e de curto prazo da Faixa de Gaza, após os recentes bombardeios israelenses, em maio, revelou nesta terça-feira (6) um relatório do Banco Mundial, em parceria com a ONU e a União Europeia.

O relatório internacional enfatizou que a ofensiva de onze dias contra o território sitiado “resultou na perda de mais de 260 pessoas, incluindo 66 crianças e 41 mulheres, e exacerbou traumas prévios, sobretudo entre os menores de idade”.

“As baixas humanas foram agravadas pelo dano geral e pelas perdas nos setores financeiro, produtivo, social e de infraestrutura”, prosseguiu o documento.

Intitulado Análise Rápida de Danos e Demanda, o relatório observou que Gaza sofreu mais de US$380 milhões em danos físicos e US$190 milhões em perdas econômicas e estimou que é preciso mais de US$485 milhões para recuperação nos primeiros 24 meses.

Kanthan Shankar, diretor do Banco Mundial para Gaza e Cisjordânia, afirmou: “Trata-se de outro episódio lamentável no qual os palestinos se veem em meio ao conflito e à destruição.

“A crise humanitária é agravada em uma economia com laços limitados com o exterior”, prosseguiu Shankar, em referência ao cerco militar israelense.

“O produto interno bruto (PIB) de Gaza contraiu 0.3% em 2021, comparado a um crescimento anual de 2.5% antes do conflito”, acrescentou. “A taxa alarmante de desemprego é quase 50% e mais da metade da população de Gaza vive na pobreza”.

O relatório também alertou que, após os ataques de Israel, 62% dos palestinos em Gaza enfrentam insegurança alimentar.

“Com esta análise, temos esperança de mobilizar doadores a ajudar na restauração de condições dignas de vida e subsistência em Gaza”, concluiu Shankar.

ASSISTA: Em defesa das crianças de Gaza

Categorias
Banco MundialIsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments