Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Primeira rede judaica é lançada no Golfo

Os planos incluem a criação de tribunais judaicos para lidar com casamentos, disputas civis e herança, bem como a criação de um órgão para regular a comida Kosher

Comunidades judaicas em seis Estados do Golfo anunciaram ontem o lançamento de sua primeira organização transnacional que atenderá cerca de 1.000 judeus na região, informaram agências de notícias.

O novo órgão foi denominado Associação das Comunidades Judaicas do Golfo (AGJC), disse o Times of Israel.

De acordo com o jornal, o encontro vai reunir judeus de Bahrein, Kuwait, Omã, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes. Será executado sob a liderança do Rabino Dr. Elie Abadie em Dubai e Ebrahim Dawood Nonoo, um judeu nativo do Bahrein, será seu presidente.

Um dos serviços do AGJC é uma corte judaica, chamada Beth Din da Arábia. Ele vai lidar com questões de disputas civis, status pessoal, herança e ritual judaico, bem como administrar a Agência de Certificação Árabe Kosher nos seis países do Golfo.

A rádio Voice of America disse que a maioria dos judeus que vivem nos estados do Golfo são expatriados, exceto no Bahrein, onde há cerca de 50 judeus nativos do Bahrein.

Em uma entrevista à VOA, o Rabino Abadie disse: “Teríamos imaginado algo assim há um ano ou mesmo seis meses atrás e, claro, a resposta é não”.

“Eu sempre digo que estamos na encruzilhada da história em toda aquela região, se não no mundo, porque algo assim não teria sido nem mesmo um processo de pensamento apenas alguns meses atrás.”

LEIA: Emirados Árabes empossa primeiro embaixador em Israel

Categorias
CatarEmirados Árabes UnidosIsraelKuwaitNotíciaOmãOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments