Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel impede palestinos de entrar na Mesquita Abraâmica, no aniversário do Profeta

Forças israelenses cancelaram as comemorações sob pretexto do covid-19

A polícia da ocupação israelense impediu mais de 2.000 palestinos de entrar na Mesquita Abraâmica (Túmulo dos Patriarcas), na cidade de Hebron (Al-Khalil), nesta quinta-feira (29), onde esperavam participar das celebrações do aniversário do Profeta Mohammad.

As informações são da agência Anadolu.

O diretor da Mesquita Abraâmica, Hefzi Abu Sneina, relatou que autoridades israelenses permitiram o acesso a apenas 500 palestinos, ao impedir o restante. Sneina descreveu o ato como “violação grave” do direito à liberdade de culto.

“Hoje, a mesquita está plenamente aberta aos muçulmanos, mas a ocupação [israelense], como de costume, despreza e desrespeita os direitos palestinos”, reiterou Sneina.

Em 1994, Israel dividiu a mesquita entre muçulmanos e judeus, após o colono fundamentalista israelense Baruch Goldstein conduzir uma chacina na mesquita, que resultou em 29 palestinos mortos e muitos feridos.

A mesquita recebe o nome do Profeta Ibrahim (Abraão), enterrado no local.

LEIA: Polícia israelense restringe o acesso de palestinos a Al-Aqsa

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments