Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Marinha egípcia mata dois pescadores palestinos

Um pescador palestino em seu barco na cidade de Gaza em 26 de fevereiro de 2017 [Mahmud Hams/AFP / Getty Images]
Um pescador palestino em seu barco na cidade de Gaza em 26 de fevereiro de 2017 [Mahmud Hams/AFP / Getty Images]

As forças navais egípcias mataram dois pescadores palestinos e feriram e prenderam um terceiro na sexta-feira, alegando que eles teriam cruzado as águas territoriais egípcias, informou a Agência Anadolu.

De acordo com Nizar Ayyash, chefe do sindicato dos pescadores de Gaza, a marinha egípcia seguiu o barco dos pescadores e abriu fogo contra eles depois que cruzaram as águas egípcias.

Ayyash acrescentou que os três pescadores são irmãos e viviam em Deir Al-Balah, uma cidade no centro de Gaza.

O coordenador do Comitê de Pescadores, Zakariya Baker, disse à Agência de Notícias Ma’an que os três pescadores entraram no mar na noite de quinta-feira e foram alvejados na manhã de sexta-feira.

O porta-voz do Ministério do Interior Palestino em Gaza, Iyad Al-Bozom, revelou que os serviços de seu ministério estavam investigando informações sobre o desaparecimento de três pescadores.

LEIA: Boa pesca em Gaza, 18 dias após Israel impedir o acesso ao mar

Em novembro de 2018, a marinha egípcia abriu fogo contra pescadores palestinos pela mesma alegação, matando um deles.

No entanto, em janeiro de 2019, a marinha palestina em Gaza salvou seis pescadores egípcios depois que uma tempestade arrastou seu barco para as águas palestinas e os celebrou como campeões, pela resistência no mar, antes de permitir que voltassem ao Egito.

De acordo com o sindicato dos pescadores, cerca de 50.000 habitantes de Gaza ganham a vida com a pesca.

Categorias
ÁfricaEgitoNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments