Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rússia e Arábia Saudita concordam em fortalecer laços para estabilizar preços do petróleo

Presidente da Rússia Vladimir Putin aperta a mal do príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammad Bin Salman, durante encontro bilateral na cúpula do G20 em Buenos Aires, Argentina, 1º de dezembro de 2018 [Mikhail Svetlov/Getty Images]

O Presidente da Rússia Vladimir Putin e o príncipe herdeiro e governante de fato da Arábia Saudita Mohammed Bin Salman concordaram na quarta-feira (27) em fortalecer laços de coordenação para cortar a produção excedente de petróleo e estabilizar os preços do mercado global.

O Kremlin afirmou em declaração que Putin e Bin Salman ainda concordaram na necessidade de implementar plenamente o acordo de abril, a fim de reduzir a produção global em até 10%, após grande queda na demanda causada pelas medidas de prevenção contra o coronavírus.

O acordo do grupo conhecido como OPEP+, constituído por membros e não-membros da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), entrou em vigor no início de maio e determinou corte de 9.7 milhões de barris por dia na produção de petróleo.

O corte da produção causou o aumento do preço de produtos de petróleo a uma média de US$35 por barril, comparado a US$15 por barril, registrado no último mês. Entretanto, o grande excedente global continua a frustrar medidas para recuperar os preços.

LEIA: Bin Salman e Putin provocaram crise do petróleo mundial com ‘troca de insultos’

Categorias
Arábia SauditaEuropa & RússiaNotíciaOPEPOrganizações InternacionaisOriente MédioRússia
Show Comments
Show Comments