Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Erdogan promete 200 milhões de dólares ao exército da Ucrânia

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan (esq.) e presidente ucraniano Volodymyr Zelensky em Kiev. Na Ucrânia, em 3 de fevereiro de 2020 [Metin Aktaş/Agência Anadolu]

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, rejeitou a anexação russa da Crimeia e prometeu apoiar o exército ucraniano com 200 milhões de dólares, informou o jornal libanês Al-Akhbar.

O jornal disse que o presidente turco está retaliando a morte de sete soldados turcos em Idlib, na Síria, por forças do regime apoiadas pela Rússia.

O ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, acusou o lado russo de “mentir” sobre sua falta de envolvimento no ataque com morteiros do regime sírio contra as forças turcas, dizendo que o lado turco “informou antecipadamente os russos, duas vezes, dos movimentos das unidades turcas na região ”.

Erdogan disse durante uma visita à capital ucraniana, Kiev, que Ancara está pronta para responder por terra e por ar a qualquer agressão síria contra as forças turcas presentes na região.

O jornal citou especialistas diplomáticos dizendo que o momento da visita do presidente turco à Ucrânia não é uma coincidência e ocorre quando as relações com seu colega russo, Vladimir Putin, são “tensas”, devido aos últimos desenvolvimentos em Idlib.

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOriente MédioRússiaTurquiaUcrânia
Show Comments
Show Comments