Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Soldados israelenses barram pesquisador de direitos humanos por levar livros da B’Tselem

Forças israelenses impediram a passagem de pesquisador de campo em um posto de controle sob suspeitas de ‘incitação’

Forças da ocupação israelenses barraram o pesquisador de direitos humanos Nasser Nawaj’ah em um posto de controle sob suspeitas de incitação, conforme relato divulgado pelo centro israelense de direitos humanos B’Tselem.

Segundo a organização, Nawaj’ah foi parado por soldados israelenses em 4 de agosto, em um posto de controle militar perto da aldeia palestina de Khirbet Susiya, na região das colinas do sul de Hebron (Al-Khalil), na Cisjordânia ocupada.

A princípio, os soldados desejavam impedir a passagem de Nawaj’ah por “verem relatórios da B’Tselem em seu carro”. Ao impedí-lo também de deixar o local, “um dos soldados no posto de controle alegou que deveria confirmar [com seu comandante] se os relatórios não seriam considerados materiais de incitação.”

Conforme a B’Tselem, cerca de dez minutos depois, “após os soldados consultarem seus superiores”, Nawaj’ah foi liberado.

As forças de ocupação de Israel costumam intimidar, prender ou mesmo agredir ativistas de direitos humanos palestinos, assim como observadores israelenses que buscam proteger os residentes locais da violência de colonos e soldados.

A B’Tselem também é alvo constante de intimidação política por parte de oficiais de alto escalão, como ministros do governo israelense. As ameaças fazem parte de uma atmosfera degradante para grupos de direitos humanos e para ativistas contra a ocupação de Israel sobre os territórios palestinos.

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestineVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments