Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel rouba terras palestinas em Belém para expandir assentamentos

Autoridades da ocupação israelenses emitiram três ordens militares para confiscar terras palestinas na província de Belém, na Cisjordânia, a fim de utilizá-las para expandir assentamentos na região, relatou ontem (4) a agência de notícias estatal do Catar QNA.

O chefe do Comitê contra o Muro e os Assentamentos em Belém, Hassan Bureijia, afirmou que a primeira ordem militar refere-se a terras palestinas na área de Al-Makhrour, na cidade de Beij Jala. Ele declarou que a terra pertence ao povo palestino em Beit Jala e no bairro de Al-Khader.

Segundo Burijia, a terra agrária, estimada em centenas de dunams – unidade de área equivalente a 1 km², em Israel –, deve ser utilizada para expandir a estrada exclusivamente judaica número 60, que conecta Jerusalém com o bloco de assentamentos de Gush Etzion.

Bureijia afirmou que a outra ordem militar se refere às terras no bairro de Al-Rashaydeh, a leste de Belém. Ele afirma que essa porção de terra deve ser utilizada para a expansão do assentamento de Maali Amos.

A terceira ordem militar, declarou Bureijia, é relacionada às terras palestinas na aldeia de Taqu, no sul de Belém, e deve ser utilizada para expandir os assentamentos de Nikudim.

Cidades, aldeias e bairros de Belém são submetidos sistematicamente a saques de terra cada vez maiores, em favor da expansão do projeto de assentamentos ilegais de Israel.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments